segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Rumo as Intervenções: um cine abre a nova etapa

Nas postagens a seguir, privilegiei os acontecimentos que considerei mais significativos para o grupo.




Em um dos auditórios da Unicsul, fizemos o convite as outras ONGs de São Miguel para vermos um filme e trocarmos umas idéia (convite feito bem em cima tenho que frisar, pelo fato de ter sido o primeiro; o que impossibilitou a participação do Claudemir Ipedesh já que tinha planejado outra atividade com "seus jovens" há tempos, te aguardamos no próximo meu irmão).




Resolvemos passar o filme 'Rádio Favela', que conta a história real de jovens que fundaram uma rádio que valorizava a sua comunidade e suas produções culturais, denunciando descasos e abusos por parte do poder público. Inicialçmente pirata na década de 1990, passou depois de muita luta a ser comunitária presente até os dias de hoje.

Estavamos meio apreensivos mais tudo terminou com palmas e descontração como demonstra a foto abaixo.
Repare como o Nômade esta todo "meninão" na foto acima hehe, valeu mesmo irmão "é nóis queirós".




Esteve presente as ONGs da Vila Mara, Sepas e nós do Ibradesc é claro.

A principio nos apresentamos e conversamos um pouco sobre o filme e a trajetória Inventiva (eu (Pedrinho), Pedro ( Coordenador Ibradesc), Del (Educador Ibradesc), Nomade (Vila Mara) e Alessandra (Sepas)).



Fato importante considerando o filme: hoje em a comunicação via web facilita a transmissão de idéias seja lá qual forem, e uma rádio pirata demanda mais material, gastos e folego de quem a faz.

Por fim lanchinho socializado. Forte abraço a todos.




Introdução as intervenções:


Semana passada fizemos algumas dinâmicas enfocando essa nova etapa. Inicialmente foi falado que projeto nada mais é do que projetar, não sendo a toa que projetil pode ser por exemplo uma bala de revolver disparada em uma guerra (infelizmente). Quem projeta algo cria perspectivas, iniciativas. Diferente da palavra esperança, ninguém espera mas sim cria possibilidades de intervir na realidade em que vive e está inserido.


O grupo andava pela sala se misturando aos demais colegas, quando eu batia duas palmas: dois jovens se juntavam; quando eu bati quatorze se juntara e alguns sobraram (fazer o que); até que dividi o grupão em quatro sub-grupos.


Cada qual ficou elaborando uma espécie de linha do tempo, onde o marco era o inicio do programa e o antes e depois foi aparecendo (nas próximas postagens irei expor algumas destas).


Por fim cada grupo enumerou sonhos que têm procurando enfocar seu projeto de vida.O que foi muito comum entre todos os quatro foi perspectivas como:


-Ter casa própria;


-Carro ou moto;


-Casar, ter filhos ou companheiros e companheiras;


-Trabalhar/ Fazer faculdade;


-Realizar projetos como: músicas, vídeos, teatro e outros (menos do que as idéias a cima).


Nessa semana daremos prioridade as idéias das intervenções que vem surgindo, sobre a elaboração e escrita dos projetos Del (educador manhã), conversou um pouco com eles e, nessa terça 13/09 Pedro coordenador trará idéias neste sentido também.


Abaixo seguem outras postagens das nossas atividades.



Um comentário:

  1. Ótima postagem, bem detalhada e divertida. Abraços, meu querido...

    Del

    ResponderExcluir