terça-feira, 3 de maio de 2011

Trajetória Trama - explorações

MUSEU DA LÍNGUA PORTUGUESA – 26, 27 e 28 de abril

Muitos tiveram dificuldades de chegarem à Estação de São Miguel. A ansiedade estava presente no ar, e muitos nem queriam lanchar antes da partida. Chegamos no museu as por volta das 14:20horas, e fomos recepcionados pela monitora Mariana. Dentro do museu os jovens conheceram um pouco da história da língua portuguesa, assistiram ao filme exibido pelo educativo do museu e se divertiram muito no segundo andar, passeando de computador em computador, pesquisando as palavras e suas origens. Perceberam e gostaram de saber que na língua falada “nada é errado”, e que grupos sociais como: grafiteiros, skatistas e mesmo advogados, médicos, e outros, detém linguagens próprias sem sair do mesmo idioma, e assim ocorre também com a linguagem da internet.


Aos poucos o grupo vai se tornando próximo e ampliando suas perspectivas co olhares e espírito de equipe. A dinâmica do dia foi realizada com a distribuição de folhas de papel sulfite dobradas em quatro. Cada jovem permaneceu com dois pedaços em mãos, escrevendo uma palavra com caráter informal e, outra com caráter formal. A discussão foi enumerada no quadro negro, entre grupos sociais que se comunicam de maneira diferente – formal e informal. Destacamos a participação do jovem Eliseu, participando ao grupo que os grupos religiosos fazem parte das duas linguagens.

A seguir projetamos a palavra acesso e seus diversos significados, ressaltando a importância da própria para acessarmos grupos e ambientes sociais variados, onde é necessário utilizarmos os dois formatos (formal e informal), e discutimos também sobre a linguagem virtual que muitas vezes acaba nos confundindo no processo da leitura e escrita.

Concluindo a dinâmica nos dividimos em dois grupos estabelecendo a competição: onde cada grupo destacava sua frase informal e o outro respondia de maneira formal e vice versa. A dinâmica foi muito legal, produtiva, sendo entendida como ampliação de repertório, e o caráter competitivo ficando em segundo plano.



5 comentários:

  1. Nossa estou amando participar do jovens urbanos estou aprendendo muito e adquirindo mais conhecimentos que é o que eu quero sempre mais!!!!

    ResponderExcluir
  2. Eu marina Gomes de Almeida
    Declaro participo do projeto desde o começo
    e que não recebi a balsa do curso
    “jovens urbanos”,sendo que os meu demais colegas
    receberam ,gostaria de saber o motivo pelo qual fiquei sem
    receber ,primeiro diz que é por causa de falta ,mas se fosse
    esse o caso muita gente não iria receber ,depois diz que é por causa de
    participação ,como se tudo mundo que recebeu participasse.
    gostaria que vocês arrumassem uma solução .

    ResponderExcluir
  3. Thamires Bispo Araújo '

    Eu to aqui pra falar que u tambem não recebi
    a tão esperada Bolsa do Projeto Jovens Urbanos
    Queria uma explicação concreta de alguem
    pois estou no curso desde o inicio e não acho isso justo comigo nem com meus demais colegas que não receberam
    não foi por falta pois se fosse muitos não receberiam
    não foi pelos documentos pois pelo menos da minha parte os documentos estavam todos certos '
    ja vão fazer 5 meses que estou no curso to gostando tenho aprendido muito .Mais tenho o direito de receber a bolsa e se não for recebe-lá pelo menos ouvir uma explicação clara e concreta
    Desculpe o constrangimento mais preciso de uma explicação
    meu email é este
    t_hammy_thebest@hotmail.com
    se alguem puder me explicar me adicionem para conversamos melhor e tirarmos qualquer tipo de duvida'
    Desde já Agradeço '.

    ResponderExcluir
  4. ANDRESSA GOMES DA SILVA9 de junho de 2011 16:19

    Olá meu nome é Andressa Gomes Da Silva
    é tambem como meus colegas não recebi a Bolsa do Projeto Jovens Urbanos

    Queria uma resposta sobre isso pois sempre fui frequente e as vezes que tive que falta sempre justifiquei .
    Entrei em uma das ultimas chamadas e meu nome não estava na lista
    Eu não assinava sempre mais pensei que minhas presenças iriam ser computadas
    Mas pelo jeito não foram
    Não tinha nada para reclamar sobre o curso
    Mais não tive resposta nenhuma sobre o que aconteceu .
    Contava com essa Bolsa e sei que tenho direito de receber ao menos uma resposta digna e verdadeira sobre o que aconteceu
    DESDE JÁ OBRIGADA'

    ResponderExcluir
  5. É isso aí, que bom que entraram no blog (mesmo que para reclamar rs).

    Como digo desde o inicio quem faz o ´programa são vocês, e como eu conversei ontem, o que determina a bolsa é a FREQUÊNCIA (em nemhum momento falei que PARTICIPAÇÃO conta para a bolsa, AO CONTRARIO CONTA PARA VIDA ).
    E infelizmente o fato da bolsa não vir para vocês nesse momento: é a frequência.

    O progama é bem lúdico e descontraido mas exige responsabilidades (FREQUENCIA É UMA DELAS)
    Eu não coloco falta para ninguém, agora se não assinaram é porque não vieram não é?

    Ontem a conversa foi franca e cara a cara, não temos motivo para prejudicar ninguém, digo novamente: NÃO FOI ATINGIDA A FREQUÊNCIA EXIGIDA NÃO POR NÓS, MAS PELO PROGRAMA.

    E olha que eu ressaltei isso desde o inicio: CIRCULAÇÃO NÃO É PASSEIO E FALTA É FALTA.

    Um otimo fim de semana para vocês, terça-feira conversamos melhor.
    Fui...

    ResponderExcluir